Alagoinhas sofre e chora

Antes de mais, gostaria de agradecer a Prefeitura Municipal de Mairi pelo melhoramento da nossa estrada. ASantosNews cobrou  no dia 10 de Março e foi atendido clique aqui e veja: Quando Mairi vai volta a sorri?

Ainda assim é muito pouco.

É muito interessante a forma como funcionam as coisas por aqui em Alagoinhas.
Fico meio que intrigado com essa funcionalidade política e procuro razões cabíveis para entender melhor essa aceitação toda por parte de muitos sofredores que gemem e parecem não saberem abrir a boca pra buscar soluções de melhoramento. Pois a situação aqui é precária no que se diz respeito ao deslocamento de enfermos ou mulheres gestantes do povoado para o hospital da cidade. Precisamos abrir o leque disso aqui e buscarmos melhoria para se ajustar situações como essas.

A realidade daqui é que quando adoece alguém aqui, no povoado,  se fica a mercê de um transporte público e a única opção é ter que pagar um veículo  particular que acaba ficando caro o frete para muitos que não tem renda o suficiente para mais esse fim. Incansavelmente já cobrei, não somente a atual gestão, mas também a gestão passada que ajudasse a nós com essa situação, mas parece que cada vez se torna mais difícil de se alcançar esse alvo.

Enquanto esse situação não é solucionada, ficaremos por aqui pensando no que fazer sempre que se adoecer.

2428

imagem retirada da internet

Hoje mesmo fui buscar uma mulher que deu a luz a um bebê no hospital Regional e pude constatar o descaso quando vir chegar a ambulância de Angico com uma menina doente e quando o motorista tentou ligar novamente, a ambulância estava quebrada. Pensei… “Meu Deus como está nossa situação!” e me peguei pensando no por que que outros povoados têm carro de transportar doentes e necessitados para o hospital e nós não temos. Por qual razão temos que pagar transportes caros, sem poder e outros povoados são contemplados?

Precisamos de uma resposta urgente. Pois não suportamos mais tamanho descaso.
Será difícil para a prefeitura pagar um carro fixo de uma pessoa idônea do povoado para esse fim?

Senhores vereadores, prefeito e demais  representantes públicos da Cidade de Mairi, busquem solucionar demandas tão simples como essas que tenho lhes informados por aqui. Não é algo estrondoso que não se pode resolver. Julgo  que não.

Quando se for resolver tal demanda, procure uma pessoa responsável. Alguém que faça o trabalho não somente pelo dinheiro, mas por entender que estará lhe dando com gente. Para que se evite transtornos no transportar ou no atendimento na hora da precisão.

Ademais, visitem nosso povoado e constatem a veracidade dos fatos que lhes apresento sem demagogias políticas ou pejorativos. Pois minha intenção é de singela educação e procuro auxiliar minha gente sofrida.

aperto-de-maos

imagem retirada da internet

Por favor, também, lhes peço; façam os quebra-molas que tanto lhe solicitei e continuarei cobrando para que se evite no futuro tristes dores.

Comiseração,

Adelmo Santos.

 

 

 

 

Anúncios
Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Quando Mairi vai volta a sorri?

Bandeira mairi

É! Com a política parcialmente desacreditada,  Mairi também está desaparecendo cada dia mais do “rol da alegria” e os mairienses cada vez mais desgostosos com as políticas sociais por aqui.
A cada eleição de prefeito surge no coração nosso a esperança de mudanças. De encontrarmos ou até elegermos um time de políticos comprometidos, que realmente se interesse, de verdade, pela nossa “Monte Alegre”.

Por isso nasce os sofismas nas promessas de se resolver as principais causas necessária que a população reclama; e prometem resolverem de forma radical e o mais breve possível. Mas, acabada a corrida eleitoreira e, a tomada de posse, tudo volta como era antes. O povo continua sonhando com uma representação política mais cabal.

Tá cada vez mais difícil essa realização por aqui. O motivo é simples; uma cidade que a maior fonte de riquezas é advinda da prefeitura, sem nenhuma fábrica para que haja um suporte empregatício e, por sua vez, nenhum suporte de política econômica ou financeira para alavancar  o comercio na geração de emprego, o povo fica a mercê da ilusão de se votar no “cara certo” que lhe suporte com um emprego durante os quatro anos correntes(famoso voto de cabresto).

Sabemos que a realidade econômica de nosso país não anda nada bem, mas o que fizeram com nosso dinheiro a nível nacional foi o pior esquartejamento das riquezas públicas já registrado na história do Brasil e fixada na memória dos brasileiros. E esperamos realmente que esses bandidos paguem caro pelo pão que tiraram de nossas família. Por essa razão também é que Mairi vem passando por problemas sérios na economia e o povo que antes queria “sorrir”, hoje “chora” por falta de oportunidade no mercado de trabalho e por se decepcionarem mais uma vez em acreditar que mudaria o igual.

As estradas estão intransitáveis, a saúde e a educação vulneráveis ao falecimento total, embora, visivelmente já vemos isso de forma parcial. Os transportes escolares não são os melhores e a violência na cidade(sede) e povoados se expandem cada vez mais. Todavia, entretanto, o povo clama por misericórdias. Que se solucionem rápido esses problemas.

O povo deve pelo menos ter um senso de intendimento de que não se faz política sem raciocínio crítico e que não devemos ser levado pelas propagandas midiáticas compradas para seu próprio deleite, onde só mostram uma meia verdade para propagar suas pseudas atividades sociais a fim de assegurar seus assentos no governo.

Está na hora, povo mairiense, de abrirmos nossas mentes e páramos para refletir no nosso futuro e no futuro de nossos filhos. Vamos mudar a mente do pensamento mentiroso que afirma que “política se faz com dinheiro na mão”, isso é estelionato e nos fazemos corruptores. Como podemos formar uma sociedade livre, independente, deixando que outros pense por nós?

Devemos saber definitivamente que política é para cidadãos que se preocupam de fato com a realidade social e buscam meios sustentáveis de transformar, para melhor, nossa gente sofrida. Em suma, políticas são para quem realmente gostam de gente. que saibam lhe dar com as demandas do povo.

Escrevo indignado com certas situações que percebo, com muitas reclamações que ouço nas ruas. Sinto tristeza de não poder fazer nada para mudar essa realidade que nossa cidade se encontra há muio tempo.

Prefeito, vereadores e demais representantes políticos de Mairi e Região, vamos buscar soluções reais e precisas para mudar nossa cidade. Criar, como prometido, meios sustentados de economias por meios de instalações ou criações de  fábricas, dando suporte e incentivos ao nosso comercio para que aja melhor avanço financeiro. Deem devida atenção a  saúde, o esporte, o lazer e a educação. Deem também suporte técnico as estradas, através de máquinas sofisticadas para melhor transportar as pessoas sem que aja danos tão rápidos aos veículos de locomoção. Intensifiquem  também mais seguranças na cidade e nos povoados, pois o povo está acuado e desesperado devido descaso nessa área. Pois estamos no limite com toda essa violência.

Que pedir que olhem por Alagoinhas, precisamos não somente de estradas, mas também que façam urgentemente quebra-molas em alguns pontos da rua para se evitar futuras tragédias. E também esperamos ansiosamente  que pelo menos iniciem a praça que nos prometeram fazer nas campanhas eleitoreiras.

lastimosamente,

Adelmo Santos.

Publicado em Politica | Marcado com | Deixe um comentário

MEU MANIFESTO CONTRA A POLÍTICA MAIRIENSE.

Entendo que política é a Ciência da governança de um Estado ou Nação e também uma arte de negociação para compatibilizar interesses. Posso afirmar também que política, em palavras mais abrangentes, é um conjunto de regras ou normas de uma determinada instituição ou forma de relacionamento entre diversas pessoas para atingir um objetivo em comum.

Nesse pensamento, busco há muito tempo entender a política mairiense e sua funcionalidade social. Cada dia que passa chego a triste conclusão que a política de Mairi, infelizmente, foge o real significado da palavra e faz se perceber que não se vive uma política, mas uma politicagem desacerbada e sem função. O povo está enraizado numa tradição partidarista. Divididos e sem percepção da realidade.

Esta divisão social partidária leva a política para longe de sua realidade e impede que seus objetivos sejam atingidos, dando aos políticos o “direito” de eles “deitarem e rolarem”, fazendo o que quer na cidade e formando uma carreira política de longos anos de mandatos. Isso os levam a pensar que podem conseguir ser reeleitos simplesmente por fazerem parte de uma sigla partidária que constitui a maioria. Essa divisão precisa acabar urgentemente se queremos mudanças na cidade. Se queremos uma cidade andando dentro da realidade política, precisamos nos unir urgentemente contra essa má formação ideológica partidária, entendendo que Mairi precisa avançar diante de novas políticas, longe das siglas partidárias. Formando um novo conjunto de políticos que criem e executem leis para o bem comum da cidade.

Leis essas que favoreça os mais necessitados, produza formas de empregos viáveis para todos. Criando estratégias para atrair empresas ou fábricas e, que com isso, abra caminhos mais promissores para que nossos jovens sonhem e realizem seus sonhos aqui, sem precisar se arriscar nas grandes capitais em busca de seus sonhos.

Não é de hoje que buscamos um país mais justo. Uma sociedade mais segura por nossos representantes. Não é de hoje que lutamos por igualdade social. Também não é de hoje que almejamos uma Mairi sorridente e bem representada politicamente. Mas para que isso seja uma realidade, precisamos nos unir agora, mais do que nunca. Precisamos nos interessar mais por políticas. A politização social é o caminho da libertação.

Por isso eu sempre falo aos que me ouvem: “As pessoas precisam começar a pensar de forma coletiva e não mais em interesses individuais, pois enquanto não estivermos dispostos a mudar, compreendendo de fato o que significa política na prática, jamais vamos conseguir fazer Mairi “Sorrir” de verdade”.

De quatro em quatro anos, sai MDB e entra DEM. Sai DEM e Entra MDB. Essa cultura vem desde o princípio. Se estende desde os Intendentes, começando do Tenente-Coronel Manuel Alves Belas (1901) à Patrício Francelino da Silva (1926). Chegando aos prefeitos; de Major Nilo da Rocha Rios à José Bonifácio Pereira da Silva, na atualidade.

Ai alguns vêm me dizer que não. “Não. Mairi agora está sendo representada por outra sigla”. Sim. De fato. Mas tradicionalmente pelo mesmo grupo de sempre.

Isso precisa acabar, se não nada mudará dessa forma.

O povo precisa despertar para realidade. É preciso entender que estamos em novas eras. Novas tecnologias e novos avanços. É preciso inovação em todas as áreas, se quisermos melhorias. Não é questão de globalização. É questão de liberdade em novas escolhas. Isso é um grito da Democracia.

O século XXI, está aí nos permitindo novos conhecimentos e mais informações. Morre na ignorância quem decidiu parar, pois até mesmo quem é analfabeto sabe que o caminho do conhecimento é a pergunta. É o diálogo. É a discussão calorosa e respeitosa.

Os “mairienses” estão lutando contra si. Indo na contra-mão da realidade social e democrática. Elegendo políticos por míseros empregos. Isso permite que as pessoas sejam humilhadas ganhando menos de um salário mínimo. E vivendo abaixo da linha da pobreza. Sei que isso não acontece somente na minha cidade, é uma realidade triste de nosso país que atinge quase 26% da nossa gente, segundo relatório do Banco Mundial e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) em 2017.

Mairi precisa avançar com urgência, isso não resta dúvidas. Mas para que isso aconteça precisamos nos unir. Parar de pensar no nosso próprio umbigo e começar a inovar nossa câmara e prefeitura com novas mentes; homens e mulheres que realmente se importe com o povo e não na paixão exacerbada pelo poder.

Mairi não precisa de homens e mulheres que tenham dinheiro para se eleger a base de compras de votos. Mairi precisa é de homens e mulheres compromissados com o social, independentemente de sua posição financeira ou econômica.

O povo mairiense precisa entender que para se ter uma cidade mais justa é preciso saber escolher seus representantes antes de confirmar seu voto nas urnas.  Precisamos eleger quem realmente tenha projeção social, no que tange respeito a solidariedade; que contemple o âmbito missionário, resolvendo os problemas mais comuns como saúde, educação e segurança pública.

Não precisamos vender nossos votos por nada ou nos colocar à disposição de “cabresto”.

Todos que votam sob promessa de emprego estão se colocando à disposição de “cabresto”. Não podemos vender a nossa dignidade. Temos que conservar nosso caráter acima de qualquer coisa e de tudo.

Políticos que compram votos não são dignos de ocuparem cadeiras em gabinetes públicos, seja em câmara ou seja em prefeituras. Os que agem dessa forma já estão dando sinais de que não compreendem o significado de política e, se eleitos, cumprirão seu papel fraudulento de levar a miséria e a disfuncionalidade da máquina pública.

Por tanto, para que Mairi volte a sorrir devemos seguir à risca a legalidade, a democracia e a cumplicidade social. Devemos buscar o melhor para todos e, não tão somente para o “EU”. Agindo assim desenvolvemos uma sociedade egocêntrica, formando filhos corruptores e uma sociedade governada por corruptos. Porque os corruptos não existiriam sem os corruptores.

Concluo dizendo que Mairi tem jeito sim.  O que falta é o povo entender sobre políticas sociais e esquecer a rivalidade interna por parte de partidos ‘x’ ou ‘y’.

E digo mais ainda: Além de inovar e termos que nos unir. Temos que fazer os políticos entender que somos nós os donos do poder e não eles.

IMG-20160816-WA0090

 

Sou Adelmo Santos. Moro em Mairi, povoado Alagoinhas. Formando em Ciências das   Contabilidades pela Faculdade do Riachão do Jacuípe-FARJ.

Publicado em Politica | Deixe um comentário

Associação Beneficente Mais Mairi é fundada

Fundada em 04 de Janeiro de 2017, a Associação Mais Mairi, vem atuando com credibilidade, idoneidade e seriedade.
Entender o que uma associação faz é algo bem complexo, talvez de uma forma mais prática podemos dizer que nós da Mais Mairi estamos sempre em prol do crescimento da nossa cidade, acompanhando e criando ações voltadas ao esporte, cultura, lazer, entretenimento, educação, saúde, apoiando o comércio, os micro e pequenos empresários…Enfim é trazer a memória aquele sentimento que nossa cidade só cresce com o apoio de cada um e que juntos podemos contribuir para que nossa tão amada Mairi continue a crescer e desenvolver. Durante este ano, trabalharemos afincos com esta intenção. Agradecemos o apoio e siga-nos nas redes sociais para acompanhar nossos projetos.
Associação Beneficente Mais Mairi
Diretoria:
Presidente: Fabio Sena
Vice-Presidente: Marcelo Freitas
Primeiro Secretário: Adelmo Sousa dos Santos
Segundo Secretário: Simone Cerqueira de Assis
Tesoureiro: Ueslen Rios
Segundo Tesoureiro: Geovane Souza dos Santos
Conselheiros Fiscais: Nichollas Lima Salles, Leonardo dos Santos Brandão Silva e Rodrigo Oliveira Paixão.
Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Economia e Política Brasileira – Retroação ou Avanço?

a-atual-situacao-economica-brasileiraA situação política, financeira e econômica do Brasil está complicada. A Cada dia que fica mais difícil de se entender ou explicar a realidade complexa de nosso país.

Cientista e críticos de todo mundo se unem para estudar os fatores relevantes que sobrepujaram esta crise devastadora em nossa nação, mas parecem atônitos diante de tantas contradições de correntes ideológicas que tentam esclarecer a realidade séria da economia brasileira. O fato é que surgem razões constrangedoras que agrava a natureza financeira. A política social de nossos líderes de resolver estes clássicos problemas fica cada vez mais desacreditada, tanto por nós brasileiros, quanto por estrangeiros e acionistas que investem em nossos recursos e produções e, que por sua vez, ajudam alavancar e  equilibrar o país.

Parece que um problema está levando a outros problemas e tudo  leva a crer não haver soluções vitais para erguer e nortear o país  desta catastrófica mudança brusca que atingiu os estados  e solapou os municípios. A falta de emprego, mantida pela falta do giro da moeda corrente leva multidões de pessoas ao desespero, fábricas, empresas e comércios estão falidas ou falindo a cada alvorecer do dia.

É notório a preocupação por parte dos políticos e de civis comuns de encontrar uma saída deste “Titanic” submergido pelas falcatruas que eles mesmo provocaram.

Não é de hoje que o Brasil lhe dar com a corrupção, isso vem desde os primórdios. Desde quando roubamos e matamos os “verdadeiros donos” desta terra e sucateamos seus bens naturais à outros povos. Portanto, é desde ai que vemos desgraças e lhe damos com a crise e a corrupção.

corrupção mapa

Escândalos 

Aqui surge um escândalo no abrir e piscar de olhos. Nosso país está ficando “mais surjo do que poleiro de pato” na visão estrangeira e é quase insuportável viver aqui . A consequência disso é que aumentou a saída permanente de brasileiros para o exterior em 40%, segundo a Globo News. Os dados são assustadores. O certo é que esta crise econômica e política não mostra outra solução que não seja saltar deste titânico desenfreado.

Terceirização – Dicotomias divergentes

terceirizacao640_11

O que torna curioso é o fato de rejeitarmos a terceirização no Brasil (por medo de perder as “mordomias”  favoráveis a classe dominante) enquanto quase metade da população emigram para países que fazem uso da política de terceirização; China, Bélgica, Alemanha, Japão, Austrália, suécia, Noruega. Na América Latina países como Colômbia e Costa Rica também aderiram a terceirização até Estados Unidos. Falamos de globalização, mas parecemos não entendermos bem sobre o assunto.

Cientistas de direitas argumentam que a terceirização é o caminho sustentável da economia do país e pode centralizar nossos empreendedores no avanço de seus negócios. Afirmam também que ajudará evitar a mão invisível do governo em sucumbir as empresas. Por outro lado, há quem pense diferente. Críticos criticam  a  terceirização e afirmam que este projeto é um desrespeito a classe trabalhadora e que quebrarão todos os direitos já alcançados. Mostram que, com a economia terceirizada, a  Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) será pisada e reduzirá a contratação de trabalhadores no mercado e, consequentemente, levará a uma queda do salário. O Fato é que, tanto de um lado como de outro, concordam que este risco existe, e, por esta razão, a dicotomia ganha mais força nos tatâmis políticos do Brasil. A Revista Exame.com, por meio do Estadão, afirma que “o apoio à terceirização visto no mundo empresarial não se reproduz em outros setores, como nos sindicatos”.

Reforma Previdenciária 

210463

É supra importante salientar sobre a reforma da previdência que também está em trâmite. Será que esta reforma não prejudicará a proteção de nosso povo no futuro? Não seria um absurdo ter que contribuir pelo menos 25 ou 49 anos para ter direitos á aposentadoria? A problemática desencadeiam opiniões e surgem debates rigorosos para escolher o futuro dos brasileiros. Manifestantes tomaram as ruas das grande cidades e houve paralisação em virtude  das questões.

Trabalhadores de diversas áreas deixaram seus fazeres e deram a cara contra a tão temida Reforma. Professores saíram da sala de aula e protestaram, deixando os alunos por duas semanas sem aulas em todo país.

É! Parece que nosso país perdeu o rumo desde de que a Dilma foi impedida de exercer o cargo de presidir a nação. O Presidente interino, Michel Temer, está dando o que falar e sua rejeição cresce a cada dia. Mas, e se ele estiver certo nas suas tomadas de decisões? Não seria certo cobrar das grandes empresas os rombos bilionários  que eles causaram na Previdência Social- INSS? O que o povo brasileiro não está aceitando  é ter que pagar uma conta que eles não fizeram.

download

Enquanto estas indagações não são respondidas, ficaremos a mercê dos Senhores de colarinhos dourados.

 

Eu sou Adelmo santos. Estudante das Ciências Contábeis, pela Faculdade Riachão do Jacuípe-  FARJ.

 

 

 

Publicado em Politica, Sem categoria | Deixe um comentário

Festa do dia das Bruxas em Alagoinhas

Neste domingo, 30  de outubro de 2016, na Escola Municipal Evaristo Lopes de Lima, ás 19 horas, acontecerá  a 1ª Festa Fantasia em comemoração ao dia das Bruxas no povoado Alagoinhas.

14800893_1581304571895610_305964888_n

A estudante que cursa o 2° ano do Ensino Médio no Colégio Estadual Abelardo Moreira, em Mairi, Tainã S. Silva informou que o objetivo inicial do evento é unir  a comunidade, uma vez que se encontram dispersas devido aos eventos políticos anteriores. A visão dos jovens envolvidos na programação da Festa de Halloween é  trazer algo diferente para que possa envolver as crianças, os jovens, adolescentes e, também, os adultos  do povoado a conhecerem outras culturas.

A festa foi idealizada pelos jovens estudantes, a primeira já citada acima e Marcos A. Silva. Suas expectativas é que a festa possa envolver o máximo de pessoas possível, embora já se tenha uma lista com aproximadamente 100 pessoas já especificadas a participarem da esperada festa.

UM POUCO DE HISTÓRIA  DA ORIGEM do Halloween

All hallows’eve – Este é o nome de origem. Que quer dizer: “Véspera de Todos os Santos”. Pois esta é uma festa celebrada todo ano no dia 31 de outubro, antecedendo o dia de Todos os Santos. O Halloween é realizada em grande parte  dos países ocidentais, porém é mais representativa nos Estados unidos. Esta festa teve sua origem no Reino Unido, levada pelos imigrantes Irlandeses no século XIX. É um antigo festival pagão, também conhecida como o festival celta de Samhaim (Fim do Verão), durando 3 dias e, segundo acadêmicos, esta é uma homenagem ao “Rei dos mortos”.

 

Aqui é Adelmo Santos.  Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

De volta!!!

No presente momento gostaríamos de pedir desculpas a você, caro leitor, por ficarmos um tempo sem postagens de noticiamento de nossa região. Mas diante dos acontecimentos que ocorrem de maneira acelerada e constante, achamos por bem anunciarmos e noticiarmos de agora por diante. claro que com decência e ordem!

Portanto, informamos que voltamos a ativa e trabalharemos de modo democrático e visando o bem estar da população Alagoinhense e circunvizinhança.

Aguardem informações posteriores sobre diversas situações e acontecimento.

porque AQUI É ASSIM: Aconteceu. Virou notícia!!

Publicado em Dicas, Sem categoria | Deixe um comentário